Orientação: Família, filhos e casais

ORIENTAÇAO PSICOLOGICA A FAMILIAS E CASAL

O atendimento psicológico a famílias é um conceito fundamentado em diversas abordagens da psicologia, visando atender as demandas das dificuldades nos relacionamentos familiares e situações conflituosas do dia a dia de uma família, auxiliando o individuo ou a família na conquista e manutenção de uma estrutura familiar saudável.

Motivos como conflitos interpessoais são comuns e muitas vezes relacionados à comunicação, não assertiva entre pais e filhos, ou entre o casal, ou entre irmãos e o terapeuta ao identificar este cruzamento na comunicação poderá auxiliar este processo facilitando uma comunicação em forma de dialogo, onde as partes se sintam escutadas e compreendidas, diminuindo assim os conflitos e promovendo através de uma comunicação assertiva o entendimento, aceitação, compreensão e responsabilização de cada um no processo de reestruturação do contexto familiar e na extinção do padrão do comportamento-problema e indesejável, sejam de um dos membros, uma parte ou de todo o contexto familiar, tornando a família funcional e saudável mesmo em situações de crises, doenças, luto ou qualquer outra ordem de sofrimento ou dificuldade.

A busca inicial muitas vezes ocorre pela psicoterapia individual, onde durante o processo psicoterapêutico se observa a necessidade de ouvir outras vozes que influenciam diretamente a pessoa, e os familiares quase sempre tem papel importante no processo de mudança e cura de muitos sintomas. Pode-se chamar para ouvir em consulta, pais, irmãos, filhos, avós, primos, tios, conjugues e qualquer pessoa que tenha importância na relação interpessoal familiar.

No atendimento psicológico a crianças, adolescentes e jovens o comprometimento, o papel ativo e o envolvimento da família no processo de tratamento são fundamentais para que se tenha um resultado eficaz, afinal é no contexto do dia-a-dia e principalmente no contexto familiar que nos construímos enquanto seres humanos, onde influenciamos e somos influenciados pelo meio, seja de modo consciente ou inconsciente.

A busca também pode ocorrer diretamente por uma demanda da família, por enfrentar situações de crises, mudanças, doenças, luto, nascimento, adoção, casamento, partilha, sexualidade, vícios etc. Em todos os casos o objetivo da psicologia é a reestruturação, superação, enfrentamento, fortalecimento, reconhecimento e responsabilização de todo o contexto familiar no processo de vida em família.

A psicologia também atende demandas especificas como dificuldade dos pais na orientação e educação de seus filhos em momentos significativos como processo de separação dos pais, nascimento de um irmão ou morte de um membro da família, dificuldades escolares e de escolha profissional ou em qualquer fase de desenvolvimento e mudança, seja na infância, adolescência, juventude e mesmo na vida adulta facilitando o aprendizado dos pais e a intervenção no processo educacional diminuindo a insegurança e fortalecendo os laços afetivos destas relações, pais e filhos.

A orientação ou psicoterapia para casal atende o casal em crise conjugal, em processo de separação ou que estejam enfrentando dificuldades no contexto familiar entre si, com filhos ou parentes. O relacionamento do casal constitui o pilar onde se sustentam todas as outras relações no contexto familiar. O casal que cultiva o amor, a cumplicidade, a boa comunicação, a abertura para mudanças, negociação, soluções de conflitos e a responsabilidade, promove saúde de todo o ambiente familiar, seja ele psíquico, físico ou comportamental.

Muitas vezes em momentos de crises e sofrimento o casal não consegue ter discernimento para o enfrentamento da situação conflituosa e acabam projetando seus problemas pessoais e conjugais para todo o contexto familiar, gerando assim um sofrimento de todos os membros da família.   

A orientação ou psicoterapia para casal possibilita as partes o enfrentamento destes momentos de forma mais saudável, seja na reestruturação da relação, seja na separação do casal se assim for necessário.

Um casamento e uma família saudável não significa a não existência de conflitos, problemas e sofrimentos, mas sim, como esta estrutura familiar e conjugal enfrenta emocionalmente estas situações.

 

Pollyane Lattmann –  Psicóloga CRP-PR 12/ 09203 CRP-PR 08/IS 442

Agende atendimento  ( 41 ) 9132 3010